Entrar
  
 Cinema Resma A4 Combustíveis Sala VIP BSB LojaEntrar

Artigo

Valorize nossa cultura e conheça as festas

  03/09/2018
  19:32
  Atualizado em 21/09/2018 14:41

A cultura é uma das maiores riquezas que um povo detém para fortalecer a história de sua nação, de seus costumes e de seus conhecimentos. De geração em geração, todos os países são influenciados por sua a cultura, e no Brasil não é diferente. O folclore reúne boa parte do perfil cultural de nossa gente.

Nesta quarta-feira (22), comemoramos o Dia do Folclore, o que podemos definir também como um conjunto de lendas, histórias e mitos que geraram diversas festas populares de norte a sul. O nosso sagrado carnaval, a Festa do Divino, o Círio de Nazaré, a Folia de Reis e as Cavalhadas de Pirenópolis (GO), são exemplos dessa grande manifestação cultural. Nossos associados podem aproveitar as condições e benefícios dos parceiros Legis Club e conhecer as festas brasileiras mais famosas por todo mundo.

Clique e acesse nossos parceiros de TURISMO

O folclore, como é definido no bom e velho dicionário da língua portuguesa, nada mais é do que “nossas lendas, provérbios, manifestações artísticas em geral, preservado por um povo ou grupo populacional, por meio da tradição oral.” A criatividade e animação do povo brasileiro, contudo, elevou as fantasias no intelecto de cada brasileiro, que por sua vez, criou estórias mescladas com fatos reais e mitos, o natural e o sobrenatural. Com isso, vieram as lendas e personagens que também fazem parte da educação de nossas crianças. Quem não se lembra da “Mula-sem-cabeça” ou “Saci-Pererê”?

Algumas lendas, mitos e contos folclóricos do Brasil (Fonte: www.suapesquisa.com)

Boitatá - Representada por uma cobra de fogo que protege as matas e os animais e tem a capacidade de perseguir e matar aqueles que desrespeitam a natureza. Acredita-se que este mito é de origem indígena e que seja um dos primeiros do folclore brasileiro. Foram encontrados relatos do boitatá em cartas do padre jesuíta José de Anchieta, em 1560. Na região nordeste, o boitatá é conhecido como "fogo que corre".

Curupira - Assim como o boitatá, o curupira também é um protetor das matas e dos animais silvestres. Representado por um anão de cabelos compridos e com os pés virados para trás. Persegue e mata todos que desrespeitam a natureza. Quando alguém desaparece nas matas, muitos habitantes do interior acreditam que é obra do curupira.

Lobisomem - Este mito aparece em várias regiões do mundo. Diz o mito que um homem foi atacado por um lobo numa noite de lua cheia e não morreu, porém desenvolveu a capacidade de transforma-se em lobo nas noites de lua cheia. Nestas noites, o lobisomem ataca todos aqueles que encontra pela frente. Somente um tiro de bala de prata em seu coração seria capaz de matá-lo.

Mula-sem-cabeça - Surgido na região interior, conta que uma mulher teve um romance com um padre. Como castigo, em todas as noites de quinta para sexta-feira é transformada num animal quadrúpede que galopa e salta sem parar, enquanto solta fogo pelo pescoço.





Empresas Produtos Carrinho Perfil
Receba nossas novidades em seu e-mail:



Copyright © Legis Club 2018
Todos os direitos reservados.
® Marca Registrada.
(61) 3223-7705     61 99430-1078
Legis Club   (61) 3223-7705 / 3223-7958
0324